PORTUGAL É A NOSSA TERRA
HomePage > procura de produtos
Procura no site
  Traça-do-tomateiro
  Bichado
  Traça-da-uva
  Zeuzera ou Broca
  Lagarta-do-tomate
  Mosca-do-Mediterrâneo
  Processionária

Scolytus multistriatus
 

Feromonas em cápsulas

Scolytus multistriatus
Escólito-pequeno  (Scolytus multistriatus)

Tipo de armadilha a usar - Armadilha Tipo ´Slit´ / Armadilha Tipo ´Cross Vane´


Nota: Podemos eventualmente fornecer, caso seja solicitado, feromonas de outras espécies.

Modo de utilização: 1 - Escolha o tipo de armadilha mais indicado para a praga

2 - Coloque as armadilhas na parte central da parcela agrícola, antes do início do voo dos insectos, a uma distância não inferior a 50 metros entre as armadilhas.

3 - No caso de um pomar as armadilhas devem ser colocadas no centro da árvore, ao nível da cabeça; no caso de uma vinha no segundo arame da armação.

4 - No momento de colocação das armadilhas deve ter-se em consideração a homogeneidade das parcelas, segundo a exposição e o relevo do terreno.

5 - A densidade das armadilhas, por parcelas homogéneas é a seguinte:

0 a 1 ha -> 1 armadilha
1 a 6 ha -> 2 armadilhas
+ de 6 ha -> 1 armadilha por 3 ha

6 - A persistência da feromona é de 6 semanas. Para Ceratitis capitata, o iscos de Trimedlure tem uma de 2,5 meses a 4 meses, em função da temperatura.

7 - As cápsulas com feromona e as bases de cola devem ser substituídas de 6 em 6 semanas.
8 - A conservação da feromona é obtida pela colocação das cápsulas no frigorífico, podendo nessas condições manter as suas qualidades durante 2 anos.

9 - Não tocar com as mão nas cápsulas.

10 - Para evitar a diminuição da eficiência do sistema de monitorização, nunca usar feromonas de outra espécie na mesma armadilha.

Preço: 9,9€
Os preços estão sujeitos a 6% de IVA
 
 
   
© Copyrigt BIOSANI 2007- Desenvolvido com Senso Comum Lda.   CONTACTOS - www.biosani.com

Biosani desenvolve um projecto de I&D parcialmente financiado pelo projecto DiFero n° 30235 / SI I&DT Individual, com o apoio de: